Folha do Motorista SP
Edição online | Edições em PDF
Folha do Motorista RJ
Edição online | Edições em PDF

Disque Multa da ALERJ recebe mais de 800 ligações em apenas um mês

Operadoras dos pardais eletrônicos são remuneradas por multas aplicadas


MultasCriado no mês de maio pelo deputado estadual Dionísio Lins (PP), o serviço telefônico Disque Multas registrou 800 reclamações em apenas trinta dias de funcionamento. Os casos mais alarmantes são as multas aplicadas por agentes municipais na altura da Passarela 6 da Avenida Brasil. Só que o tráfego no local é liberado por outros agentes, devido às obras da Transbrasil.


Trata-se de um caso típico de exploração industrial das multas de trânsito. Dias antes, foi constatado que as empresas operadoras dos ‘pardais’ – equipamentos eletrônicos que registram as infrações- recebem por porcentagem. Quanto mais multas aplicam, mais arrecadam.


Para o Vice-Presidente da Comissão de Transportes da ALERJ, o deputado Dionísio Lins, há muito que esclarecer:




“A cada 30 segundos, um motorista é multado pela Guarda Municipal no Rio de Janeiro. Só em 2015, a corporação emitiu 1,01 milhão de autos de infração, o equivalente a 117 por hora. Os números — o dobro da cidade de São Paulo, a maior metrópole da América Latina. Ficamos surpresos. Há alguma coisa errada e que precisa ser esclarecida em relação aos critérios quanto à aplicação de infrações”, disse.


O Disque Multas da ALERJ funciona de segunda-feira a sexta-feira, das 10 h às 17 h, pelo tel (21) 2588-1200. As denúncias são encaminhadas aos órgãos competentes e respondidas em 15 dias.


O deputado requereu informações ao governo municipal sobre como e quando são utilizados os recursos provindos das multas detrânsito.

Curta a Folha do Motorista

Visitantes online

Temos 43 visitantes e Nenhum membro online

Links Interessantes: Coruja Feed  | Agência Igloo Digital